Pesquisar

Independencia de Cabo Verde, Governo unico e golpe militar.

EM 19 de Dezembro de 1974 foi assinado um acordo entre o PAIGC e Portugal, instaurando-se um governo de transição em Cabo Verde, Governo esse que preparou as eleições para uma Assembléia Nacional Popular.
Após a Revolução dos Cravos, que depôs a ditadura em Portugal (1974), Cabo Verde obteve a sua independência no dia 5 de Julho de 1975.

GOVERNO ÚNICO
Cabo Verde e a Guiné-Bissau formaram países separados mas governados pelo mesmo partido único de orientação marxista, o PAIGC. O líder do partido em Cabo Verde, Aristides Pereira, foi empossado como primeiro presidente do novo país.

GOLPE MILITAR
O plano de unificação política de Cabo Verde com a Guiné-Bissau fracassou em 1980, devido ao golpe militar que, naquele país depôs o presidente Luís de Almeida Cabral - irmão de Amílcar Cabral. A ala cabo-verdiana do PAIGC rompeu com a da Guiné-Bissau e passou a se chamar Partido Africano para a Independência de Cabo Verde (PAICV). As relações diplomáticas com Guiné-Bissau foram rompidas logo em seguida, para serem reatadas dois anos mais tarde.
Em 1991, o país conheceu uma viragem na vida política nacional, tendo realizado as primeiras eleições multipartidárias, instituindo uma democracia parlamentar.

COTINUA=>  POLÍTICA DE CABO VERDE






BIBLIOGRAFIA
• ALBUQUERQUE, Luís de. O descobrimento das ilhas de Cabo Verde. in: SANTOS, Maria Emília Madeira; ALBUQUERQUE, Luís de (coord.). História Geral de Cabo Verde (v. 1). Lisboa: Instituto de Investigação Científica Tropicalde Portugal.; Cidade da Praia: Instituto de Investigação Cultural de Cabo Verde, 2001. p. 23-39.
• BARCELOS, Christiano José de Senna. Subsídios para a História de Cabo Verde. Cidade da Praia: Instituto da Biblioteca Nacional e do Livro, 2003.



Nenhum comentário:

Cadastre seu e-mail e receba nossas atualizações

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner