Pesquisar

Estudar à tarde faz bem para a saúde dos jovens

Pesquisadores descobriram que atrasar um pouco o horário da entrada na escola pode ter relação na melhora da atenção, do humor e até da saúde dos alunos adolescentes.
O início mais tarde também foi associado com um aumento de 45 minutos na duração do sono em noites da semana, bem como uma redução no tempo de duração do sono no fim de semana.
O estudo foi divulgado na edição de julho do informativo Arquivos de Pediatria e Medicina Adolescente, do Jornal da Associação Médica Americana.

A pesquisa observou que a necessidade de sono dos adolescentes não cai drasticamente ao longo dos anos e a quantidade de sono ideal para eles permanece em torno de um pouco mais de 9 horas por noite.
O estudo foi realizado pela médica Judith Owens, do Hospital Infantil de Hasbro, que analisou 201 estudantes de diferentes anos em uma escola em Rhode Island, nos Estados Unidos. Para fins de estudo, o curso de todos eles passou a começar 30 minutos mais tarde, a partir das 8h30. Além disso, os estudantes tiveram que responder questões sobre seus hábitos de sono antes e depois da mudança de horário.
Com a mudança, diminuiu o percentual de alunos que dormiam menos de sete horas de sono (79,4%), e os que relataram pelo menos oito horas de sono aumentou de 16,4% para 54,7%. Além disso, a média percentual de alunos tristes ou deprimidos diminuiu significativamente, de 65,8% para 45,1%, bem como a porcentagem que se sentia incomodado ou irritado durante o dia - de 84% para 62,6%. Em termos de consequências para a saúde, diminuiu o número de visitas de alunos ao Centro de Saúde com sintomas de fadiga antes do novo horário, de 15,3% para 4,6%.
Segundo o estudo, depois do ganho de tempo “os estudantes mostraram mais satisfação com o sono e mostraram mais motivação”, além de terem diminuído os sintomas de fadiga e sintomas depressivos.

Fonte: Folha Vitória

Nenhum comentário:

Cadastre seu e-mail e receba nossas atualizações

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner